Alavancagem financeira no Empreendedorismo

livre-se das dívidas e realize seus sonhosA alavancagem financeira nunca foi tão debatida quanto atualmente com o aumento do número de brasileiros empreendendo. O empreendedorismo surge em um período onde cada vez mais busca-se autonomia em criar um negócio dentro do assunto em que se tenha afinidades, como também a possibilidade de aumentar a renda.

Porém abrir um novo negócio pode exigir desde quantias menores, onde neste caso há estudos sobre o assunto em livros especializados como a Start-up de 100 dólares, ou até mesmo exigir um capital maior para início ou expansão de um negócio.

Hoje é possível ouvir falar bastante acerca do assunto alavancagem financeira para expandir ou iniciar um negócio. É possível encontrar websites que prestam serviço onde reúnem investidores pessoas física ou até mesmo jurídica para investir em uma ideia.

Então, vamos entender um pouco mais sobre o assunto?

O que é alavancagem financeira?

A alavancagem financeira nada mais é que injetar capital que pode ser próprio ou de terceiros para alavancar os negócios de uma empresa.

Este tipo de operação envolve riscos é óbvio, pois da mesma forma como a alavancagem pode não dar certo e perder tudo e ainda sair devendo, também pode-se ganhar muito mais nesta transação.

Por isso, você já deve ter compreendido que a alavancagem financeira pode ser positiva ou negativa. Explicando de uma forma mais fácil para entender no caso de uma pessoa física que resolve pegar um empréstimo mais barato, por exemplo um empréstimo consignado, para pagar as dívidas mais caras que possui.

Então, se a pessoa começa a sair do vermelho e a organizar as finanças pessoais podemos dizer que a alavancagem foi positiva. Mas vamos supor que esta pessoa resolveu pegar este empréstimo, mas acabou não pagando estas dívidas e resolveu fazer novas dívidas. Neste último caso podemos dizer que a alavancagem financeira foi negativa.

Quais os tipos de alavancagens mais conhecidos para os empreendedores?

alavancagem financeira

Há algumas alternativas para realizar alavancagem financeira ao iniciar um empreendimento ou até mesmo para alavancar o empreendimento já existente. A alavancagem pode ser realizada com uso de capital próprio ou de capital de terceiros. No que se refere ao capital de terceiros as principais alternativas são por meio de: empréstimo bancário, empréstimo de familiares e amigos e capital de risco.

A alavancagem com capital próprio seria o melhor dos mundos, pois não tem que dividir a participação do negócio, mas terá um elemento de restrição, pois se não tiver capital próprio suficiente poderá ser um limitador a essa alavancagem.

No que se refere ao capital de terceiros a opção mais interessante talvez seja o empréstimo concedido por familiares ou amigos, mas embora seja normalmente com custo mais baixo que as outras modalidades de empréstimo, há o risco de não honrar sua dívida por algum insucesso nessa alavancagem e, por isso, gerar grandes problemas em família.

Há empreendedores que optam pelo uso de capital de risco que nada mais é que a empresa receber capital de fundos ou outros investidores em que normalmente solicitam a participação no negócio enquanto estiverem auxiliando nesta alavancagem.

No Brasil assim como em outros países podemos ver também os famosos sites de crowdfunding. Mas o que seria esta expressão? São sites conhecidos como forma de arrecadação de fundos coletivos para dar prosseguimento a seus projetos.

Porém, isso não é algo tão fácil assim, pois devem ser projetos sérios e que realmente seja executado quando atingir os recursos planejados. Caso haja qualquer intenção de usar os recursos para outros fins, os investidores terão direito a devolução do dinheiro investido.

Há vários sites conhecidos como Kickante, Catarse, Benfeitoria, entre outros. Muitos pequenos empreendedores tiveram sucesso usando o crowdfunding, mas cuidado seu projeto tem que ser bem elaborado até mesmo para obter investidores interessados que estarão acompanhando de perto a execução de sua ideia.

Leia também: Série Quero Ficar Rico: Perfis dos Investidores de Sucesso.

Até breve!

Fonte: Imagem Pixabay. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + oito =