Como Economizar Dinheiro na Compra de Remédios?

livre-se das dívidas e realize seus sonhosCom os aumentos de preços devido ao cenário econômico atual, os brasileiros cada vez mais optam por evitar a compra de alguns produtos e serviços.

É fácil talvez, com os aumentos de preços, você reduzir a frequência em jantares ou almoços em restaurantes, mas como fazer para economizar na compra de medicamentos?

Se você tem problemas de saúde, não há como dizer que deve economizar e, por isso, que esse mês, você não estará comprando seus medicamentos, pois isso é algo essencial, mas você pode sim economizar pesquisando preços e optando talvez por alguns outros cuidados.

Você sabia que em alguns países investe-se bastante em prevenção de doenças e, por isso, os hospitais quase sempre não estão lotados?

Este é o exemplo de alguns dos hospitais no Canadá e sobre isso há um excelente vídeo do Luiz Nobre:

Mas por que estou falando isso? Você conhece o ditado: melhor prevenir do que remediar?

Como economizar dinheiro na compra de remédios?

Dica 1: Prevenção de Doenças

Há medicamentos que são utilizados para emagrecimento, ou outros tipos de remédios que poderiam simplesmente serem reduzidos com o uso de medidas simples como: realizar atividade física ou até mesmo usufruir de uma alimentação mais saudável. Por isso, pense em sua saúde como um investimento no que se refere a prevenção de doenças, onde este ganho com a sua saúde poderá gerar menos gastos em remédios.

Dica 2: Pesquise preços em diferentes farmácias e até mesmo pela Internet.

Pesquise os preços na Internet das farmácias que entregam em sua região. Calcule com o valor de entrega, qual o local com o melhor preço.

Dica 3: Saiba pechinchar o preço do medicamento.

Algumas pessoas não sabem que determinados planos de saúde podem oferecer bons descontos no preço de alguns medicamentos.

Mas, além disso, há o próprio desconto da farmácia. Então, a regra é sempre peça pelo desconto no medicamento que deseja comprar.

O que pode acontecer é de você precisar do remédio logo e mesmo sabendo que na Internet é mais barato, há farmácias que se você solicitar para cobrir o preço da Internet, dependendo da diferença, você poderá conseguir algum desconto a mais.

Lembre-se que mesmo dentro da mesma rede de farmácias, pode existir diferença de preços, por isso, realize uma boa pesquisa e principalmente se o preço do medicamento for mais caro, pois a economia poderá ser maior ainda.

Outro fato que alguns não observam é que às vezes se o preço for muito bom e a validade for maior, de repente pode ser interessante comprar esse medicamento para os meses seguintes, caso seja um remédio que tenha necessidade de uso contínuo.

Dica 4: Medicamentos genéricos

O interessante é que na maioria dos casos o medicamento genérico é bem mais barato, mas há algumas exceções em que o medicamento original pode sair mais barato. Por isso, a regra é pesquisar ambas as opções.

Mas cuidado, pois é necessário que se o remédio for controlado, que sempre peça ao médico que realize a receita médica com base no princípio ativo do medicamento, pois se na sua receita conter o nome do remédio, você poderá ser obrigado a comprar um remédio mais caro e não terá possibilidade de comprar o medicamento genérico.

Dica 5: Farmácia popular.

Há medicamentos que podem sair muito caros e principalmente quando o tratamento for prolongado, por isso, alguns médicos podem fornecer receita específica para que possa adquirir o medicamento por um preço bem inferior ao do mercado.

Este é o caso da farmácia popular onde o governo federal criou este benefício para atender a população nos medicamentos referentes as doenças mais comuns.

Ainda há outras situações em que outros medicamentos mais caros poderão ser oferecidos gratuitamente pelo SUS, desde que tenha o cartão SUS.

Consegue economizar na compra de remédios? Conhece mais alguma outra dica diferente? Deixe seus comentários.

Até breve!

Fonte: Imagem Pixabay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =