Como Economizar Dinheiro na Crise?

livre-se das dívidas e realize seus sonhosCom o país enfrentando uma crise política acentuando a crise econômica, muitos perguntam como economizar dinheiro na crise? Como fazer para enxugar as despesas quando os salários estão arrochados devido ao processo inflacionário e consequentemente a queda do poder aquisitivo da população?

O aumento do desemprego é cada vez mais nítido embora os números apresentados na mídia não sejam tão altos. Sempre pensei que a exceção nunca pode se tornar uma regra, mas se a taxa de desemprego está mais alta, mas mesmo assim não é tão alta, como estamos vendo vários amigos em situação de desemprego?

Por isso, hoje muitos dos que estão empregados, estão preocupados com receio de ter alguma reviravolta e ser mandado embora. Se você sabe disso, mesmo que teoricamente não esteja nessa condição, o que é o mais sensato a ser feito neste momento?

Então, vamos lá?

Como economizar dinheiro na crise?

Se você está acompanhando na mídia e também no seu bolso que os preços de tudo está mais alto e principalmente na prestação de serviços, você vai ficar gastando dinheiro sem pensar em se prevenir devido a crise? Vai fazer uma viagem internacional para países em que a moeda está mais valorizada que o real?

Segundo alguns analistas financeiros estima-se que o país deverá passar por períodos de aperto durante os próximos 2 anos. Se já estamos no fundo da crise ou não isso ainda não é certo, mas o que podemos fazer neste período é realizar o consumo consciente: uma prática já ensinada em outros artigos neste blog.

Dica 1: Reserva Financeira

Se ainda não montou sua reserva financeira para situações de desemprego e doenças, nunca é tarde! Comece a fazer isso o quanto antes. Por isso, procure realizar o seu controle orçamentário e enxugue todas as despesas desnecessárias e comece a economizar o quanto antes. Estas informações também poderão ser encontradas ao clicar Aqui.

Dica 2: Evite passeios, almoços, jantares e demais despesas mais caras

Há pessoas que dizem: ah, vou manter meu estilo de vida normal porque o país não está passando por crise alguma e meu emprego é estável. Bom, se você for funcionário público pode ser que seu emprego seja estável, mas fora esta situação, muitos são mandados embora quando menos esperam, e poucos chefes realmente avisam com antecedência quando irá demitir alguém.

Por isso, é mais sensato se prevenir e evitar gastos que podem ser substituídos por outros igualmente interessantes para economizar dinheiro nesse período.

Algo interessante que poucos pensam, mas se ocorre uma situação de desemprego e você tem uma reserva financeira para suprir o período em que procura novo emprego não é uma situação mais confortável?

Então, a regra é substitua tudo o que puder em passeios, almoços e jantares por eventos mais baratos e igualmente agradáveis de se realizar.

Converse com sua família e peça a colaboração de todos para evitar gastos desnecessários neste momento de crise no país e peça ajuda para economizarem no dia a dia.

livre-se das dívidas e realize seus sonhos

Dica 3: Mantenha os gastos em educação

Enxugue tudo o que puder de suas despesas, mas lembre-se que um gasto que deve ser evitado ser cortado para montar a sua reserva financeira, são os gastos em educação.

Infelizmente o país não investe em educação e, por isso, esta responsabilidade é sua, e se deseja aumentar sua renda deve aumentar seu nível educacional cada vez mais.

Vejo as gerações mais antigas, onde praticamente poucos chegavam a graduação e hoje em dia muitos possuem pós-graduação e talvez o mestrado ou o doutorado já sejam grandes diferenciais no mercado. Por isso, talvez que um dos termos mais pesquisados hoje em educação seja o mestrado profissionalizante.

Por isso, se deseja aumentar sua renda e buscar alternativas de renda, cada vez mais o aumento de qualificação é uma alternativa viável.

Tem gente que ainda fala: “ah, mas eu conheço o Sr. João que nunca estudou e hoje é um empresário bem sucedido!” Ok, mas quantos empresários bem sucedidos da sua geração não tem escolaridade? Quantos que foram bem sucedidos tem um nível de escolaridade? Concordo que há pessoas brilhantes e que não precisaram estudar, mas garanto que não é a maioria dos bem sucedidos.

Outro ponto interessante que poucos pensam é: se há 10 desempregados hoje em sua área com a mesma experiência que você, mas uma empresa tem uma vaga em aberto e todos estes 10 enviaram currículo para a mesma vaga sendo que 1 deles tem um diferencial: um nível educacional mais elevado que os demais. Qual funcionário que a empresa talvez escolha? Sim, porque na realidade se não houver alguma indicação que diga que você é o melhor provavelmente a empresa irá realizar a seleção com base nos diferenciais.

Claro que isso não é algo determinístico, mas certamente será um fator a favor da pessoa que tiver um nível educacional mais elevado perante os demais candidatos.

E você? Quais as dicas que seriam interessantes para acrescentar a esta lista? Deixe seus comentários!

Até breve!

Fonte: Imagem Pixabay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 + 14 =