Como se Livrar das Dívidas?

livre-se das dívidas e realize seus sonhosTenho escrito vários artigos no Guarde Dinheiro para tratar de questões relacionadas a como sair do vermelho que é a grande preocupação de muitos dos leitores hoje.

Por isso, estarei selecionando muitas dicas de como sair das dívidas que serão apresentadas neste e em outros artigos.

Peço que leia, mesmo que não tenha dívidas, pois poderá ajudar outras pessoas que estejam nessa condição e assim propagar a Educação Financeira e ajudar a ampliar conceitos sobre este assunto em nosso país.

Como se livrar das dívidas?

como sair das dívidas

Como resolver casos com nome sujo?

Se estiver com alguma dívida, sempre tente negociar para evitar dores de cabeça maiores.

Quando a dívida está em atraso há um tempo, a empresa poderá negativar seu nome e neste caso deverá entrar em contato para negociar a dívida e assim que ela estiver paga, seu nome estará limpo.

Mas lembre-se que deve obter um documento de quitação da dívida com a empresa.

Infelizmente não é raro, algum tipo de desorganização de algumas empresas, onde mesmo que a dívida tenha sido paga, se você não tiver algum documento de quitação, a dívida poderá ser cobrada novamente.

A SERASA Experian tem um recurso em seu próprio site onde poderá saber informações também a respeito de como limpar o nome.

Transferência de Dívida

Se você percebeu que mesmo negociando, ainda sim não conseguirá quitar suas dívidas, pode tentar realizar a transferência destas dívidas. Isso normalmente é feito com dívidas maiores como imóveis ou carros.

No caso dos imóveis é simples, pois realizará a venda normal, onde a imobiliária encontrará o comprador e quando alguém se interessar, você deverá comunicar ao banco que está vendendo seu imóvel e para quem será transferida a dívida.

Na realidade você não é dono do imóvel até quitar sua dívida e por isso o banco é quem dará o aval se aceitará que este novo proprietário assuma sua dívida.

Normalmente realizará os mesmos procedimentos que realizou para entrar no financiamento, caso o cliente pague também por meio de outro financiamento.

Lembre-se que o credor não é obrigado a aceitar essa transferência e sobrará a você algumas outras opções como renegociar a dívida ou até mesmo transferir a portabilidade da dívida para outro banco com taxas de juros menores ou quaisquer outras condições melhores para pagamento do financiamento.

Prescrição de Dívidas

De acordo com o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), o prazo de prescrição de dívidas não é o mesmo para todos os casos. Por exemplo: no caso de boletos bancários, cartões de crédito e outras contas, o prazo é de 5 anos.

Mas vamos imaginar que eu tenha uma dívida de cartão de crédito e passou o prazo de 5 anos, sem que a administradora do cartão ou o banco tenha entrado na justiça, mesmo assim meu nome ficará sujo?

Neste caso, seu nome deverá ser limpo pela instituição que o negativou. Agora cuidado: se a instituição acionar na justiça dentro do prazo de prescrição, o prazo é interrompido e recomeça a contagem.

Ainda segundo o IDEC, após o prazo de prescrição, as empresas não podem mais cobrar as dívidas pendentes.

Por isso, quem realiza dívidas com a intenção de não pagar, pode ser um tiro no pé ou contar com a sorte. Recomenda-se, quando não há má fé, que sempre procure negociar a dívida para evitar problemas maiores. No IDEC também poderá encontrar dicas de negociação de dívidas.

Fique atento também ao Feirão de Negociação de Dívidas que a SERASA e outras instituições realizam de vez em quando, pois pode ser que a proposta seja interessante para quitar suas dívidas.

Leia também: Você sabe verificar se o nome está sujo no SPC e SERASA?

O que achou deste artigo? Deixe seu comentário.

Até breve!

Fonte: Imagem Pixabay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dez =