Como organizar as finanças do casal?

Como organizar as finanças do casal?

No dia a dia é muito comum um dos cônjuges reclamar: este mês não irei pagar a conta do carro, pois não sei o que está fazendo com o dinheiro! Este problema envolve a questão da sinceridade no casal.

Realmente não é algo tão fácil discutir sobre Finanças Pessoais. Imagina então falar sobre Finanças para Casal?

Infelizmente o assunto finanças pessoais é um tabu para alguns casais e considerado um dos motivos principais para brigas de casais e não raro acabando em um processo de separação do casal.

Então para tentar desmistificar o assunto finanças para casais, listei abaixo algumas dicas que poderá ajudar na hora da organização das finanças do casal.

como organizar as finanças do casal

#Dica 1: Duas contas-correntes ou uma só?

Isso irá depender de cada casal. Na maioria dos casos optam por manter contas-correntes separadas. Se optar por esta alternativa recomenda-se que faça uma divisão das contas que cada um irá pagar.

Por exemplo, um pagará todo mês a conta do carro, o outro pagará a conta de luz, etc. Mesmo optando por esta alternativa o casal deve ter transparência.

Há muitos casais onde um não sabe nem quanto o outro recebe de salário! Mesmo com contas-correntes separadas é necessário criar um planejamento familiar.

Com base nesse planejamento o casal irá separar quem será o responsável por cada despesa e, além disso, o quanto deverão economizar todo mês. Pelo mesmo motivo em que terão contas separadas, pagarão as despesas e economizarão separadamente.

Outra opção é usar uma conta-corrente conjunta. Esta é a melhor opção, pois somente pagam uma tarifa bancária ao invés de manter duas contas-correntes e pagar duas anuidades de cartão de crédito, etc.

Quando a transparência no casal é grande em finanças pessoais é algo espetacular, pois os dois estarão otimizando seus gastos com mais facilidade.

Normalmente recomendo que aquele que já tem experiência com pagamentos, investimentos, etc. que administre a conta-corrente, mas o outro terá livre acesso também para pagamentos, etc. e isso é mais para facilitar a organização.

#Dica 2: É necessário ter mais de um carro?

custo para ter mais de um carro

Isso dependerá da função que cada um exerça no dia a dia. Há casais que dizem ser necessário ter dois carros, pois não quer imaginar dividir seu carro com o cônjuge e na maioria das vezes fica parado na garagem. Se é possível dividir o carro com o parceiro, essa é a melhor opção!

Quando se tem dois carros paga-se tudo em dobro: manutenção, seguro, IPVA, etc. Imagina a economia anual quando se tem um carro só? Mas volto a dizer: às vezes é necessário o casal ter dois carros, pois um trabalha em um local de difícil acesso e o outro também e para estes casos é algo importante.

Muitas das vezes esse problema pode ser contornado com uma simples organização de agenda e trajeto de ambos. Assim ambos poderão dividir perfeitamente o uso do veículo.

#Dica 3: Todas as grandes despesas devem ser discutidas em conjunto.

Em todos os casos: contas-correntes separadas ou conjuntas, o casal deve ter transparência nas despesas e principalmente nas de grande valor em relação a renda de ambos.

Um exemplo para ficar mais claro, seria a decisão da compra de um carro financiado, imóvel, ou outras contas de valor mais significativo.

São decisões que irão impactar no casal e não em uma só pessoa. O interessante do diálogo é que o parceiro poderá dar um ponto de vista diferente e mudar sua opção de consumo para algo melhor para ambos.

Lembre-se que o diálogo para se ter mais organização nas finanças do casal não deve ser motivo para se chegar a brigas.

O processo algumas vezes é gradativo e exige uma boa dose de paciência de ambos. Do contrário algo que deveria ser natural, pode-se tornar um assunto para grandes conflitos.

#Dica 4: Viagens.

viagens finanças do casal

Os casais devem economizar, mas também tem todo direito a férias e passeios em que possam se divertir. Lembre-se que existem alternativas para economizar quando se planejar com antecedência.

Isso deve ser discutido entre os parceiros e estabelecidas metas de quantias que estarão economizando mês a mês para a tão sonhada viagem.

Pode-se realizar pequenas e até mesmo grandes economias quando compra-se passagens com antecedência. Hoje existem muitos blogs especializados em viagens mais baratas. Procure na Internet e achará variadas informações a este respeito.

#Dica 5: Filhos.

O planejamento familiar envolve também quantos filhos o casal planeja ter. Mas é necessário realizar um planejamento financeiro para as despesas com os futuros filhos. É muito comum ouvir algo do tipo: Ah, se pensar muito não teremos filhos nunca!

Esse pensamento não é o mais correto, pois é claro que deve pensar nisso! Se o casal assume este compromisso e não tem condições de pagar, escola, comida ou até mesmo outro itens de necessidade básica quem pagará esta conta?

 #Dica 6: Aposentadoria

É muito gratificante quando o casal pensa no futuro juntos! Viver a vida sem pensar em metas futuras não é algo que gere algum fruto positivo. A cumplicidade tem que existir para alcançarem essa meta conjunta!

Por isso, ambos devem discutir em quanto tempo planejam a independência financeira ou atingir alguma meta para aposentadoria. Então crie motivação para juntos começarem a poupar mais!

Você organiza suas finanças desta maneira? Compartilhe sua experiência e deixe seus comentários!

Até breve!

Fonte: Imagem Pixabay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − 13 =