É um Bom Momento para Entrar ou Sair das Dívidas?

Se você está acompanhando as notícias já deve ter lido que o país está entrando em crise e este é um momento de muita cautela ao quitar empréstimos ou até mesmo para fazer novas dívidas.

Por isso, muitos economistas afirmam que é hora de guardar dinheiro e se possível montar a reserva financeira para atender imprevistos.

Somente para ter uma ideia maior do cenário econômico atual no país, a SERASA Experian recentemente divulgou um estudo onde devido ao aumento do preço da energia elétrica, a inadimplência deste tipo de consumidor com as empresas de fornecimento de energia aumentou em 11% em relação ao mesmo período no ano anterior.

O aumento de preços provoca uma queda do poder de compra da população, quando o aumento de salários não acompanha esta variação e isso é o que podemos entender vulgarmente como inflação. Por isso, os bancos já calculando que irá ocorrer aumento na inadimplência, aumentam as taxas de juros para empréstimos.

Então, por aí já deve entender um pouco se é interessante pegar empréstimos ou entrar em financiamentos no momento.

Mas cuidado, não é bom generalizar por que, por exemplo, pode ser interessante mesmo neste período substituir um empréstimo caro por um outro mais barato, por exemplo, um Crédito Direto ao Consumidor por um Empréstimo Consignado.

Terá que analisar caso a caso, mas se não possui dívidas no momento, não é interessante entrar em financiamentos enquanto as taxas estiverem altas.

É um bom momento para entrar ou sair das dívidas?

Vale a pena quitar o empréstimo bancário?

Há pessoas que questionam se ao receber o 13º salário, se é vantajoso quitar um empréstimo bancário. Isso irá depender do contrato que fez com seu banco, pois se é permitido a antecipação do pagamento com a retirada dos juros, irá compensar a quitação do valor.

Caso contrário, deixe esta quantia aplicada em algum tipo de investimento que possa efetuar retiradas mensais. Assim o dinheiro estará gerando um rendimento e usará para pagar os valores mensais de sua dívida.

Lembre-se que ao quitar sua dívida, deixará de usar esta quantia para pagamento de outras contas que normalmente acontecem uma vez por ano como IPVA, seguro do carro, IPTU, etc.

Veja em seu planejamento financeiro se está tudo certo e se realmente poderá utilizar este valor para quitar a dívida.

É um bom momento para o financiamento de imóvel ou de carro?

Nesse período em que o país passa por inúmeras turbulências e com o aumento da inflação, das taxas bancárias e até mesmo do nível de desemprego, não recomendo que entre em financiamento de imóveis ou de carro devido ao financiamento que pegará muito provavelmente com elevado custo.

Então, se puder espere mais um pouco para financiar valores mais altos como um imóvel ou a compra de um carro. Tente comprar à vista, pois fará um excelente negócio, pois muitas pessoas deixaram de comprar e conseguirá talvez um bom preço em pagamentos à vista.

Reflita muito antes de entrar em dívidas neste período e se não for possível aguardar, escolha sempre os financiamentos com as melhores taxas bancárias.

Leia também: Como Aumentar a Renda sendo um Empreendedor.

O que achou deste artigo? Deixe seu comentário.

Até breve!

Fonte: Imagens Pixabay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 6 =