Planejamento Financeiro Familiar: Filhos entram no cálculo?

livre-se das dívidas e realize seus sonhosHoje cada vez mais casais planejam se terão filhos ou até mesmo qual o melhor momento para isso acontecer.

Mas alguns perguntam: preciso planejar ou devo seguir alguns conselhos comuns de alguns familiares do tipo “olha se vocês pensarem muito, nunca terão filhos”.

É claro que devemos pensar em um bom planejamento para os futuros filhos . Mas para isso quais os principais passos a serem realizados?

Planejamento Financeiro Familiar: Filhos entram no cálculo?

Primeiro passo: Organize as finanças pessoais da família. Registre em uma planilha todas as despesas mensais e analise o que poderá diminuir.

Quase sempre temos muito a reduzir. Para isso temos vários livros vendidos no mercado como “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos” do Gustavo Cerbasi, entre outros com muitas dicas interessantes sobre o assunto.

Segundo passo: Monte a reserva financeira.  A reserva é muito importante para períodos de desemprego. Alguns autores recomendam que o valor da reserva financeira seja entre 6 a 12 vezes o valor das despesas mensais.

Leia também: Monte sua Reserva Financeira.

Terceiro passo: Monte o pé-de-meia familiar e programe uma quantia mensal para os filhos.  Comece a economizar com o planejamento de no mínimo 30% da renda líquida do casal.

É comum alguns casais não realizarem planejamento e trabalharem inúmeras horas extras para compensar os gastos não planejados como creche, empregada, etc.

Existem casais em que a mulher ou o homem opta por reduzir a carga horária de trabalho ou até mesmo a mudança de carreira para ter mais disponibilidade para os filhos.

Que tal um bom planejamento financeiro familiar para acompanhar com mais liberdade e assim curtir mais os primeiros anos dos seus futuros filhos?

Conheça o e-book do Guarde Dinheiro: Livre-se das Dívidas e Realize seus Sonhos.

Neste e-book você encontrará diversas dicas de como organizar as finanças pessoais dentre vários outros assuntos essenciais. O bônus também foi elaborado para você não se sentir sozinho neste processo e para um acompanhamento melhor de quem realmente deseja sair das dívidas e montar suas economias o quanto antes!

O que achou do artigo? Deixe seu comentário abaixo.

Até breve!

Fonte: Imagem Pixabay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 18 =